Domingo Índigo


Porque há quem não se habitue ao adeus, enquanto a memória, apertada, servir.*

[Yamamoto Masao]

publicado por Capa Rota às 20:37 | comentar