"Luar de Janeiro não tem parceiro"


Begónias, ervilhas-de-cheiro, girassóis, flor-de-lis, miosótis, paciências, seguirão a colheita de violetas, camélias e amores-perfeitos. Com a aproximação de um novo ano, Miss Aargh parece que acorda e ganha sentidos. Com uma espécie de asas nas costas e pontas de agarros, dará início à poda. Preparará novas enxertias, as boas nas menos boas, acreditando que a terra não logrará seu intento. De almanaque em riste, assinalará no novo calendário os importantes dados astronómicos e religiosos do ano. Uma questão de impulso e verdade que pouco dura.

Façam uma vaca cheirar uma linha de coca e ela avançará para o matadouro com idêntico entusiasmo.

publicado por Capa Rota às 16:16 | comentar