Sobre lérias, Miss Aargh!

 

Assim mesmo, enquanto fugia do Lérias, o cão que ladra mas não morde além do razoável, deu de caras com o maior ouriço que já vira.

Examinou-o, reverente: entesados espinhos, proeminentes valores morais e elevada capacidade de realização no combate à bicharada. Dizem que toda a boa horta tem um.

Miss Aargh não estava em condições de recusar novas lições, sobretudo quando, apelando à sua própria experiência relativamente recente, lograva localizar, com certa precisão, a origem das suas dificuldades.

Ouviu-o, papalva. Sobretudo, suspiros daquela desgostante e extenuante tarefa, ingénua pecha, tão vulgar, a de querer endireitar o mundo.

publicado por Capa Rota às 21:38 | comentar