Postal Free

Para a frente, para trás. Para a frente, para trás. Balança todo o corpo, como se nada no ar. Quando a vontade condiz com a ousadia do ângulo que abrimos, pertence-nos. Sentimos borboletas na barriga e isso é bom.

 

[Sinead O'connor, The house of the rising sun.]

publicado por Capa Rota às 17:23 | comentar