(Coisas de menina e parabéns, na posição de melhor amiga)

 

- Posso começar? Pergunta-me, a pedir beijinho, ainda do outro lado da porta. A minha melhor amiga fala muito e eu, às vezes, bordo. Um, dois, três, quatro, ponto lançado, ponto atrás. Ela é bonita e o filho sai à mãe. Ambos estranhámos o seu novo penteado. As cartas dizem-lhe que, durante os seus trinta e seis anos, irá receber um anel de brilhantes. Gosta de Arcade Fire mas, como vive numa casa sem elevador, ofereço-lhe o Pavilhão Atlântico.

 

publicado por Capa Rota às 19:47 | comentar