FALAR AQUI - Botão de Emergência

"Senhores Passageiros, devido a não sei quê... blá blá... atrasos na circulação, este comboio vai ser suprimido."

 

- Então, isto é assim? Este já me vai ouvir... e como é que eu apanho o comboio para as Caldas? E quem é que vai buscar o meu filho? Tô? Tooô?!

- Minha senhora, o maquinista não vai falar consigo...

- Ai vai, vai! Ou fala, ou leva com a campainha nos cornos! Mas isto é assim? Fazem o que querem? Nem responde aos passageiros? E se alguém se estivesse a sentir mal? Malandros! Querem é greve para não fazer nenhum! Se não querem trabalhar, deixem trabalhar quem quer! A culpa deste país de merda é toda vossa! Porque se nos unissemos, não faziam isto! Mas não! Esta gente só defende os timorenses...

- Apoiado!

- Apoiado!

- Este cabrão não me responde? Ai é? Se eu não chego a casa, mais ninguém chega! Quem está comigo?

 

Eu já percebi que sou de espirro fácil e que, desde a moda da gripe A, esta é a melhor estratégia para me deixarem passar. Não me ralo, já cheguei ao destino. Tenho sopa de feijão verde e lombo de porco assado, para o jantar. Ainda chego a tempo de ir ao ginásio. É por malta como eu que este país não anda para a frente? Logo eu, que tanto sonho com um Flash Mob na linha, ao som de uma versão groove das Irmãs Sledge...

 

publicado por Capa Rota às 18:09 | comentar