(Coisas de menina, novos planos - para sempre)

Vou lavar a louça na pia do banheiro Vou enxugar a boca debaixo do chuveiro Cantar alegremente dentro do armário Pôr os peixes na gaveta e os talheres no aquário Pintar as paredes com tinta pra tecido As coisas desse modo fazem muito mais sentido Depois da refeição, vou tomar água da chuva Limpo a ferida com algodão doce e sangro suco de uva Vou vestir os meus tapetes, pôr as roupas sobre o chão Telefono pra mim mesmo e não aceito a ligação Se eu tô bem tomo remédio, se eu tô mal tomo também Se eu sento em baixo da mesa é pra não comer ninguém Vou usar os meus chinelos na altura dos joelhos Vou me integrar socialmente conversando com o espelho Se eu faço muito aproveito pouco E eu não sei porque as pessoas Dizem que sou estranho

 

[Sempre Quase, Banda Gentileza.]

publicado por Capa Rota às 21:09 | comentar