Eu sou o espírito puro, luminoso e feliz


 

Que satisfação, passar de deprimida para menina índiga!

 

- Ó! Eh! Pst! Pchiu! Acorda! - Disse-lhe o despertador, hoje, às sete e picos.

- Chiu! Cruzes, canhoto! Sou índiga! Eu sou o espírito puro, luminoso e feliz... não vês a cor da minha aura? - Respondeu.

- Índiga? Índiga, uma merdanga! Vê lá se te levantas e vais trabalhar.

 

Eu fui o espírito puro, luminoso e feliz... sexta, sábado e domingo...

 

publicado por Capa Rota às 17:54 | comentar