Cuidado com o Lobo Mau


 

Camilla Engman

Coitadinho do menino, que expele insolência pela boca como quem evacua, sem pudor, uma qualquer outra matéria, líquida ou sólida, não assimilável e inútil.

Dá vontade, dá. Esgatar um pedido de desculpas em cada uma das suas faces. O dobro nos seus flibusteiros paizinhos que,  à conta do rendimento mínimo, não têm tempo para educar as criancinhas.

Mas não pode. O que mais abrutalha a educação é esta cultura social que absolve e agracia  fedelhos de corno oco com palavras comezinhas. E o Capuchinho Vermelho é uma história demasiado violenta para o menino, coitadinho. Peço desculpa ao menino, mais à p... que o pariu.

publicado por Capa Rota às 10:41 | comentar